Início » As cooperativas e a tecnologia
Noticias

As cooperativas e a tecnologia

As cooperativas são pródigas no emprego e na difusão de tecnologia. Em todos os ramos do cooperativismo, a busca da eficiência e da racionalidade passa, necessariamente, pela adoção de tecnologias como demonstram as cooperativas das áreas da saúde, do crédito, dos transportes e, sobretudo, da agropecuária, entre outras.

Especialmente, com relação às cooperativas do ramo agropecuário, a extraordinária evolução que o campo experimenta há décadas é fruto da ciência e da tecnologia, mas, para ser efetivamente implementada é necessário um ambiente de conectividade, ou seja, internet de qualidade. Essa é a grande barreira, a maior deficiência para a expansão do emprego da tecnologia. Recente pesquisa do Ministério da Agricultura e do Conectagro revela que 73% dos estabelecimentos rurais brasileiros – o que corresponde a 195 milhões de hectares – permanecem fora do universo on-line, ou seja, não tem conexão com a internet e, assim, não acessam nem usufruem os benefícios da tecnologia digital.

Internet no campo é a porta de entrada da tecnologia a qual, por sua vez, é chave para a prosperidade econômica da propriedade rural e a qualidade de vida da família rural. O crescente protagonismo do agronegócio colocou o universo rural na pauta das prioridades do Governo e da sociedade por várias razões, entre elas, a crescente importância do setor primário e do agronegócio para a economia brasileira. A importante contribuição do agronegócio na economia em geral e nas exportações em particular justifica toda prioridade que o setor primário recebe.

A ciência e a tecnologia presentes nas propriedades estão na genética dos rebanhos, nas sementes e fertilizantes, nos defensivos agrícolas, no controle biológico de pragas, nas máquinas e equipamentos. A tecnologia acessada pela internet permite a operação de equipamentos da agricultura de precisão, tratores, colheitadeira, drones, sistemas de irrigação, plantadeiras, veículos e toda sorte de implementos agrícolas. Essa nova dimensão assegura a sustentabilidade da atividade agrícola, impacta na produção e na produtividade.

E isso é apenas parte da revolução do conhecimento que todos os setores da economia estão experimentando e que precisa chegar ao campo de forma mais rápida pela internet. Estamos no limiar de uma época em que o uso da inteligência artificial, do big data e da internet das coisas está modificando o modo de vida e de trabalho. Um efeito colateral positivo dessa transformação é a manutenção e atração do jovem para o campo. Esse avanço constitui-se em grande conquista para os jovens que vivem e trabalham no meio rural: eles passarão a ter acesso a todos os produtos educacionais, culturais e recreativos ancorados na internet.

A tecnologia está transformando todos os fazeres humanos e as cooperativas participam desse movimento irreversível.