Início » Sinal do 5G será liberado em mais sete capitais a partir de segunda-feira, diz Anatel
Tecnologia

Sinal do 5G será liberado em mais sete capitais a partir de segunda-feira, diz Anatel

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vai liberar a partir de segunda-feira (19) a ativação do sinal do 5G puro em mais sete capitais do país.

São elas: Aracaju (SE), Boa Vista (RR), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Maceió (AL), São Luís (MA) e Teresina (PI). Caberá às operadoras Claro, TIM e Vivo oferecer o serviço aos seus clientes.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (14) em reunião do Gaispi, grupo criado pela Anatel para cuidar da ativação da internet 5G na faixa de 3,5 gigahertz (GHz), que oferece maior velocidade, estabilidade e menor tempo de latência (resposta).

Com a decisão, serão 22 capitais a contar com a tecnologia funcionando até o início da próxima semana. Ainda falta ativar o 5G puro em: Porto Velho (RO); Rio Branco (AC); Macapá (AP); Manaus (AM); e Belém (PA), todas na região Norte

Nas demais cidades do país, a ativação acontecerá gradualmente, até 2029.

Sinal restrito
Vale destacar que, neste primeiro momento, o sinal do 5G chega às capitais do país restrito a alguns bairros, salvo exceções, pois o edital do leilão determinou às operadoras a instalação de uma antena para cada 100 mil habitantes. O número vai crescendo conforme o passar dos anos.

Contudo, nada impede que as operadoras instalem mais antenas do que o mínimo exigido – o que vem acontecendo nas capitais em que a tecnologia já está disponível. A área de abrangência de cobertura neste início do serviço faz parte da estratégia comercial de cada operadora.

Cronograma
Inicialmente, todas as capitais deveriam ter o 5G puro funcionando até 31 de julho. Entretanto, esse prazo foi prorrogado duas vezes pela Anatel, devido ao cronograma de entrega dos equipamentos que precisam ser instalados para evitar que o 5G cause interferência em serviços profissionais de satélite. Esses equipamentos são importados, em geral da China

Pelo atual cronograma, o 5G precisa ser ativado comercialmente nas cinco capitais que ainda não contam com a tecnologia até 27 de novembro. A tendência, contudo, é que a ativação aconteça antes, conforme as operadoras concluam os trabalhos de instalação de antenas e filtros.

Processo de ativação do sinal

Cabe à Anatel liberar a ativação do sinal do 5G puro. Com a autorização, as operadoras Claro, TIM e Vivo — vencedoras dos lotes nacionais da faixa de 3,5GHz do leilão do 5G — podem oferecer o serviço aos seus clientes.

Para a Anatel dar a autorização, é necessário que a Siga Antenado, entidade criada pelas três operadoras, conclua:

instalação de antenas na quantidade mínima exigida pelo edital do 5G;
instalação de filtros para evitar interferências em serviços profissionais de satélite; e
inicie distribuição de kits de recepção do novo sinal das TVs parabólicas à população de baixa renda inscrita no Cadastro Único do governo federal.
Após a conclusão da instalação das antenas e filtros, testes são feitos e, caso não haja interferências, a agência dá o sinal positivo para ativação do 5G.

Como faço para acessar o 5G?
Para ter acesso à internet móvel de quinta geração, a pessoa precisa ter um celular habilitado para a tecnologia. Os aparelhos mais novos, em geral, já vêm habilitados. Também é preciso estar na área de cobertura.

Neste momento, as operadoras não estão solicitando a troca de chip.